Untitled Document
 

Não deixar a paixão fazer de você uma pessoa controladora, e sim respeitar a individualidade do seu conjugue, lembrando sempre que ele não pertence a você e que está ao seu lado por livre e espontânea vontade. - Saber ser amiga (o) e ser amante, sabendo exatamente quando devem entrar em cena uma e outra, sem que isso lhe transforme numa pessoa de dupla identidade ou numa pessoa menos romântica. - Fazer da passagem dos anos uma via de amadurecimento e não uma via de cobranças. - Sentir prazer de estar com a pessoa que você escolheu e ser feliz ao lado dela pelo simples fato de ela ser a pessoa que melhor conhece você e, portanto, a mais bem preparada para lhe ajudar, assim como você a ela. - Deixar conhecer? - Continuar sendo uma pessoa gentil, carinhosa e educada, que não usará a rotina como desculpa para sua falta de humor.

- Fazer filhos por amor e por vontade e que os educará para serem independentes e bem informados sobre a realidade que os aguarda. - Fazer com que a palavra liberdade siga com a mesma importância que sempre teve na sua vida. - Ser tão você mesmo quanto era minutos antes de entrar na igreja. Sendo assim, declaro-os muito mais que marido e mulher: declaro-os casados para sempre.

 

 

Tal como guerreiros
Em busca da vitória
Nestes instantes derradeiros
Chegamos ao dia da glória!

Construímos amizades
Nestes anos na Heitor.
Desde já sentimos saudades
De todos com amor.

Entre questionários de estudo,
Mapas, gramáticas e equações,
Para recebermos o canudo,
Passamos por muitas emoções.

Juntos rimos e choramos,
Lutando até o momento final.
E agora aqui estamos
Não para um a Deus, apenas um breve tchau.


Professor Fabiano Moraes